PERGUNTAS MAIS FREQUENTES RELACIONADAS COM O IGP

1 - O que é um Datum ?

2 - Quais os Data mais utilizados em Portugal e quais as diferenças entre eles ?

3 - O que é a ondulação do geoide e qual a diferença entre a altitude ortométrica e a altitude elipsoidal ?

4 - Quais são as fases de execução de uma operação de cadastro ?

5 – Quais as escalas utilizadas para a elaboração de cadastro ?

6 – O que é a licença de utilização e Termo de Compromisso? Quais são as Condições de Fornecimento de Informação Geográfica ?

7 – Qual a diferença entre a área social de prédio e a área social de folha ?

Se tiver alguma questão que gostaria de ver respondida aqui, escreva-nos para o nosso email

1 - O que é um Datum ?

Um datum é um conjunto de parâmetros fundamentais (quantidades numéricas ou entidades geométricas) que, coletivamente, servem de referência para definir outros parâmetros.

Se esse conjunto de parâmetros fundamentais descrever a origem e a orientação dos eixos de um sistema de coordenadas relativamente à Terra, designa-se por datum geodésico.

Um datum geodésico contém na sua definição um elipsoide de revolução como modelo da Terra. A forma, dimensões e posição do centro do elipsoide relativamente ao centro de massa da Terra são determinados de forma a que a superfície do elipsoide se adapte o melhor possível à superfície terrestre num determinado país ou região.

Ir para cima

2 – Quais os data mais utilizados em Portugal e quais as diferenças entre eles ?

Os data locais mais utilizados em Portugal Continental são o datum Lisboa e o datum 73. O datum Lisboa é o datum geodésico mais antigo e a sua origem situa-se no Castelo de S. Jorge, em Lisboa. O datum 73 utiliza como origem um ponto mais central à Rede Geodésica, o vértice Melriça. Ambos os data utilizam o elipsoide de Hayford.

Um outro datum geodésico interveniente na cartografia nacional é o datum Europeu, conhecido pelo acrónimo ED50, constituído pelo elipsoide de Hayford posicionado na Torre de Helmert em Potsdam, na Alemanha.

A cartografia das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira é apoiada em vários data:

O WGS84 (World Geodetic System 1984) trata-se de um datum global, que utiliza um elipsoide de revolução equipotencial e geocêntrico, o WGS84, para expressar as coordenadas geográficas (latitude, longitude e altitude elipsoidal). Para a sua definição foi utilizado um conjunto de estações de referência espalhadas ao longo do globo. A origem do sistema de coordenadas do WGS84 está situada no centro de massa da Terra.

Ir para cima

3 – O que é a ondulação do geoide e qual a diferença entre a cota ortométrica e a cota elipsoidal ?

Em Geodesia usam-se essencialmente três superfícies de referência:

De um modo geral, o geoide não coincide com o elipsoide. A distância entre a superfície do Geoide e a do elipsoide de referência, designa-se por ondulação do geoide (N). A ondulação do geoide pode ser positiva ou negativa consoante o geoide se encontre acima ou abaixo do elipsoide.

Imagem  descritiva da ondulação do geoide, da  altitude elipsoidal e da altitude ortométrica
N=h-H

N – ondulação do geoide (distância entre o elipsoide e o geoide, medida ao longo da normal ao elipsoide);
h – altitude elipsoidal (distância entre o elipsoide e a superfície terrestre, medida ao longo da normal ao elipsoide);
H – altitude ortométrica (distância entre o geoide e a superfície terrestre, medida ao longo da linha de prumo).

Ir para cima

4 – Quais são as fases de execução de uma operação de cadastro?

Ir para cima

5 – Quais as escalas utilizadas para a elaboração de cadastro?

O cadastro é elaborado às escalas 1:1 000 (zonas urbanas) e 1:2 000 (zonas urbanas pouco densas e zonas rústicas).

Excecionalmente, e dependendo dos casos, o cadastro poderá ser elaborado a outras escalas, como exemplo temos a ilha da Madeira (1:500) e algumas zonas do Alentejo (1:5 000).

Ir para cima

6 – O que é a licença de utilização e Termo de Compromisso? Quais são as Condições de Fornecimento de Informação Geográfica ?

Toda a cedência de informação geográfica em suporte digital implica a emissão de uma licença de utilização e a assinatura de um termo de compromisso, conforme Condições de Fornecimento de Informação Geográfica.

Em termos genéricos, significa que o Instituto Geográfico Português autoriza a utilização da informação para uma determinada finalidade específica e não autoriza a sua cedência, venda ou cópia.
O termo de compromisso garante a aceitação destas condições.

O IGP emite uma licença de utilização a favor da empresa/utilizador, nela constando os seus dados, bem como a finalidade de utilização da informação geográfica em causa (nome/âmbito do projeto).
Esta licença tem, usualmente, validade de 5 anos e garante ao utilizador a autorização de utilização, durante esse período de tempo, dos dados para o fim específico a que se destinam.
A entidade licenciada encontra-se, então, vinculada perante o IGP à obrigações constantes na cláusula nº 7 do documento referido previamente.

Ir para cima

7 – Qual a diferença entre a área social de prédio e a área social de folha ?

Área social de prédio é uma área que pertence ao prédio mas que não conta para efeitos de imposto. São áreas ocupadas por exemplo por uma via de comunicação que também é utilizada por pessoas que nada têm a ver com o prédio.

Área social de folha corresponde a uma área que não atravessa nem pertence a nenhum prédio. Em geral são ocupadas por vias de comunicação e espaços tais como praças e largos.

Ir para cima